Fábrica de Arte Marcos Amaro

passada

Aurora Imprevisível
passada

Aurora Imprevisível

Abertura: 01 de maio de 2022

No momento atípico de pandemia, nossas vivências se fecharam. Para os artistas, seus ateliês tornaram-se refúgios, transformando-se em mais do que locais de trabalho, tornaram-se locais de respiro.

“Não Consigo Respirar”, Sérgio Adriano H.
passada

“Não Consigo Respirar”, Sérgio Adriano H.

Abertura: 11 de dezembro de 2021

Por todo o mundo casos de racismo são recorrentes e aparecem nos noticiários de jornais. No Brasil diariamente há casos de famosos ou não sofrendo essa violência que maltrata e mata pessoas pretas 24 horas por dia.

Tarsila: Estudos e Anotações
passada

Tarsila: Estudos e Anotações

Abertura: 14 de novembro de 2020

Com curadoria de Aracy Amaral e Regina Teixeira de Barros, exposição reúne 203 obras que estavam guardadas por mais de quatro décadas da vista do público

Ontologias
passada

Ontologias

Abertura: 14 de novembro de 2020

As relações entre desenho e pintura têm, na chave da complementação, sua fala mais usual. Em consequência, traz o par projeto-obra e marca a distância entre os degraus do pensar, e do fazer.

“É preciso continuar”, Regina Parra
passada

“É preciso continuar”, Regina Parra

Diferente do primeiro local em que a obra foi exposta, na FAMA Museu ela se encontra em um espaço mais fechado, quase claustrofóbico entre as antigas construções – ainda em processo de reformas.

Marcelo Moscheta: Rejeito
passada

Marcelo Moscheta: Rejeito

Marcelo Moscheta é um construtor de paisagens. Como artista é um polinizador do mundo. A arte tem que permitir a contemplação, senão não é arte.

Louise Bourgeois
passada

Louise Bourgeois

Filha de uma tapeceira e restauradora, a artista francesa Louise Bourgeois cresceu com agulha e linhas nas mãos, vendo sua mãe costurar e refazer tecidos velhos.

A onda, a água e o mundo flutuante
passada

A onda, a água e o mundo flutuante

A imensidão do oceano sempre instigou os artistas e é o que vemos na série de quatro gravuras de Gilberto Salvador, artista que velejou pelo alto-mar em um barco catamarã.

Arte na academia
passada

Arte na academia

Exposição Coletiva

Visitar esse acervo em construção nos permite acessar a linguagem que se propõe a coleção; nos dá a chance de participar das direções modernas e contemporâneas que ela tem tecido ao longo de sua jovem trajetória – e também os caminhos que pretende trilhar.

Tríptico
passada

Tríptico

Plantas tomando paredes destruídas pelo tempo, como uma vegetação parasita, que transborda e transforma. Elas…
Meios e processos de criação
passada

Meios e processos de criação

Para Henri Matisse (1869-1954) nunca foi fácil pintar. Em seu processo criativo, ele refazia inúmeras vezes suas telas na tentativa de chegar àquela que ele chamava de “pintura real”.

Bispo do Rosário: as coisas do mundo
passada

Bispo do Rosário: as coisas do mundo

Em Bispo do Rosário: as coisas do mundo, a seleção de trabalhos de Bispo observou o gesto de serializar, organizar e multiplicar como prática artística, tal qual se via na indústria têxtil, quando os operários é que “produziam” as coisas que seriam usadas no cotidiano.

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this